1 minute reading time (256 words)

Dez assaltos por dia em ônibus na Grande Vitória

Dez assaltos por dia em ônibus na Grande Vitória

Câmera em Tempo real e blitze

Intensificar blitze a ônibus nos horários considerados mais críticos e instala câmeras em tempo real. Essa são algumas sugestões.  

 

O presidente da Associação dos Magistrados do Espírito Santo (Amages), Sergio Ricardo de Souza, por exemplo, acredita que instalando câmeras de videomonitoramento em tempo real nos ônibus e próximas aos pontos, as imagens vão ajudar a polícia na identificação dos criminosos.

"Essas câmeras devem ser instaladas próximas a pontos de ônibus em locais que elas possam ficar protegidas para não serem destruídas pelos bandidos. Podem ficar em caixas de açõ ou em locais altos. Também é fundamental que elas tenham a capacidade de captar boas imagens para facilitar na identificação do criminoso que cometeu o assalto."

Já Nizio do Bem, especialista em Inteligência de Segurança Pública e professor universitário, sugeriu a instalação de botões do pânico nos ônibus, com as imagens sendo monitoradas por uma central ligada ao Ciodes.

"A tecnologia é uma grande aliada no combate à criminalidade, mas é claro que não é possível monitorar todas as imagens. Por isso, sugiro que a partir do acionamento do botão de pânico, a central possa receber o aviso e acionar a polícia, que faria um cerco policial para prender bandidos."

O consultor e especialista em Segurança Pública e Privada Jorge Aragão saiu em defesa de mais blitze a ônibus em pontos estratégicos. " Esses locais devem ser definidos com base no mapeamento dos locais onde os crimes estão acontecendo."  (A Tribuna - 24 de junho de 2014 - página 3)

 

9
Câmeras de monitoramento não inibem assaltos
Matéria Jornal "Fala Manhã " - TV Vitória

Posts Relacionados

 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Quinta, 06 Agosto 2020

Powered By Budō Creative.